menu close menu

Bem vinda ao Querida Mamãe

Uma Q. de Saúde | Primeiros Exames e Vacinas do Bebê

umaQde saúde

 

Olá Queridas!! Eu sou Michele Regueira, mãe da Mariana e enfermeira pediátrica! Este é o meu primeiro post da série Uma Questão de Saúde que divido com o Dr. Bruno Jacob! Antes de falar sobre o tema de hoje queria dizer o quanto estou feliz em estar aqui mais próxima de vocês, pois trabalho com mamães e bebês todos os dias!

 

 

Hoje, vamos falar sobre os Exames e Vacinas que devem ser realizados logo ao nascer, pois é uma dúvida bastante comum entre gestantes e mamães de primeira viagem!

 

Primeiros Exames

 

1. Teste do Pezinho – Este é um exame super importante e que PRECISA ser realizado entre o terceiro e o sétimo dia de vida do bebê! O Teste do Pezinho é feito por meio da coleta de sangue do pezinho do bebê (por isso leva este nome!) e objetivo é detectar algumas doenças antes que elas apareçam (como fenilcetonúria e hipotireoidismo), possibilitando iniciar tratamento correto precocemente. Este exame também avalia se o bebê tem doenças metabólicas, genéticas e infecciosas que poderão causar alterações no desenvolvimento neuropsicomotor do bebê.

 

2. Teste da Orelhinha – Este exame detecta se o bebê ouve bem, é indolor e deve ser realizado por volta do segundo ou terceiro dia de vida. Além de verificação da audição este exameé importante porque pode prevenir eventual problema no desenvolvimento da fala e linguagem;

 

3. Teste do Olhinho – A recomendação é que o Teste do Olhinho seja feito pelo pediatra logo que o bebê nasce. O exame é rápido e indolor, onde o médico observa os olhos do bebê com a luz especial do oftalmoscópio. Em outras palavras, consiste na identificação de um reflexo vermelho, que aparece quando um feixe de luz ilumina o olho do bebê. Este exame é importante para detectar catarata congênita, outras doenças oculares e até mesmo cegueira infantil, pois um diagnóstico precoce possibilita o tratamento adequado.

 

IMPORTANTE: Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, desde junho de 2010, é obrigatório o pagamento do “Teste do Olhinho” por todos os planos de saúde, segundo decidiu a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Este exame foi instituído por lei e é realizado nas maternidades públicas e também particulares até a alta do recém-nascido. O objetivo da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) é que todas as crianças tenham este direito garantido!

Primeiras Vacinas

 

1. BCG (Tuberculose) – dose única, é aplicada no braço direito do bebê, normalmente após um mês da aplicação surge a “pega vacinal”, feridinha no local que pode ficar inflamada e até com pus, é importante ter alguns cuidados como: lavar apenas com água e sabão e nunca espremer o local, nem usar qualquer tipo de pomada sem orientação médica.

2. Hepatite B – visa prevenir a contaminação no parto e aquisição do vírus da Hepatite B.

 

Essas vacinas podem ser realizadas já na maternidade, nos postos de saúde ou em clínicas particulares. As vacinas disponíveis na rede pública e privada são exatamente iguais!

 

Agora que já sabem os exames e vacinas que devem ser realizados logo que os bebês nascem, anote tudo e fique atenta! Dúvidas e sugestões, clica AQUI e manda um e-mail para nós!

 

Beijos,

 assinatura michele ok

 

Deixe seu comentário

Novidades | 34ª ABRIN – Feira Internacional de Brinquedos e Puericultura

be4a266f7d7cf5f70b6f64a914c343e6-1024x419

 

Olá mamães!! Está acontecendo neste mês de março, entre os dias 21 a 24 de abril de 2016, no Expo Center Norte, em São Paulo, a 34ª ABRIN – Feira Internacional de Brinquedos e Puericultura que está agitando a criançada, mamães e papais com muitas novidades!

 

O evento traz as últimas tendências do trade infantil, acessórios de personagens infantis e muitos brinquedos!! A Mattel completo, por meio das marcas Candide, Yangzi e Barão expõem produtos como brinquedos e acessórios completos para inovar o modo de brincar e o dia-a-dia dos pequenos. São mais de 70 brinquedos e soluções para proporcionar mais aventuras e diversão à criançada!!

 

E você confere aqui no blog as principais novidades dessas marcas que vem por aí!!

 

Massinhas:

7294-4(1) 7294-4(EMB) 7294-5(EMB) Print 7613-4(EMB) Print 7619-0(EMB)

Hot Wheels:

8109-6(2) 8109-7(2) 8110-0(2) 8111-1(1) 8111-1(2) 8111-1(3) 8111-1(4) 8111-1(7) 8111-1(8)

1841 1843 1846

4536 4537 4564_1 4564_2

Barbie

6924-0(1)

Acessórios

14427_1_1 14440_1 14440_2_1 17370_ 2

14433_1_1 14442_1 14443_01

17150_1 17156 17169 17171_2 17311 17313 17315 17324 17725 17726 17728

17289 17318 17319 17320

17148_2 17154 17164_1 17167 17312 17314 17316 17317 17727 17730 17731

O post ficou imenso!! Mas é que amei as novidades e quis colocar o máximo de coisas aqui para vocês verem!! 

Beijos,

Nine

Deixe seu comentário

Especial QM | Dia Internacional da Síndrome de Down

21demarco

 Foto: Reprodução

 

Bom dia mamães! Hoje, 21 de março, é celebrado em todo o mundo o Dia Internacional da Síndrome de Down, com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância da luta pelo bem-estar, igualdade de direitos e inclusão dos portadores desta trissomia pelo mundo afora!

 

Down não é uma doença, é uma mutação do material genético humano, presente em todas as raças, mas os motivos para a ocorrência da Síndrome de Down ainda são desconhecidos. Que sabemos é que começa na gestação, no momento da concepção, quando as células do embrião são formadas com 47 cromossomos, sendo que o normal seriam 46 cromossomos.

 

Detectar a Síndrome de Down no início da gravidez ajuda a preparar os pais a acolher e estimular o bebê

 

Com uma amostra do sangue materno coletada a partir da décima semana de gestação é possível identificar se o bebê é portador da Síndrome de Down com 99,9% de precisão. O teste pré-natal não invasivo (NIPT, também conhecido como NACE) tem sido incorporado como um exame de pré-natal padrão para todas as gestantes por recomendação de várias sociedades científicas de obstetrícia.

A primeira recomendação para a realização do estudo do DNA fetal no sangue materno em todas as gestações a partir da décima semana de gravidez foi anunciada durante o Congresso Americano de Obstetrícia e Ginecologia (ACOG) em 2016. Desde então outras entidades científicas internacionais como a SMFM, ISPD, ASHG e ACGM também oficializaram suas recomendações de incorporar o estudo genético ao pré-natal.

 

Qual é a vantagem de saber antes do nascimento se o bebê é portador da Síndrome de Down?

Quanto melhor estimulada, mais qualidade de vida e independência terá a criança com Síndrome de Down no presente e futuro. A pesar de hoje em dia esta doença estar mais desmistificada, os futuros pais precisam se preparar emocionalmente e também tecnicamente para receber o bebê em casa. Esta criança poderá ter uma vida plena, mas precisará ser entendida e estimulada de forma adequada.
 

Qual é a porcentagem de testes que dão positivo para a Síndrome de Down?

Segundo a Drª Marcia Riboldi, responsável pelo laboratório de genética Igenomix Brasil, são identificadas alterações no DNA fetal em 3% dos resultados do teste NACE, 53% desses casos devido à Síndrome de Down, que é a trissomia do cromossomo 21, enquanto as restantes alterações detectadas se dividem entre outras anomalias como a Síndrome de Patau (ligada ao cromossomo 18), Síndrome de Edwards (ligada ao cromossomo 13) e outras especificadas no gráfico abaixo, com informações da Igenomix*.

 

5872def9-035a-4bb8-8c35-11edfd05294a

O teste genético é coberto pelos planos de saúde e SUS?

Atualmente o teste genético está disponível apenas na rede privada de saúde. Os custos variam entre vários laboratórios que oferecem o teste e as diferentes plataformas de diagnóstico e o custo aproximado é de R$2.000,00.

 

Pessoas com essa síndrome têm características típicas como olhos oblíquos, rosto arredondado, mãos menores com dedos mais curtos, prega palmar única e orelhas pequenas; além de estarem mais propensas a uma maior incidência de doenças, como a diminuição do tônus muscular responsável pela língua protusa, dificuldades motoras, atraso na articulação da fala e, em 50% dos casos, cardiopatias e problemas de vista.

 

 sindromededown

 

Mesmo com tudo isso, a cada ano surgem novas  pesquisas, muito mais pessoas e unidades de ensino e saúde envolvidas,  com  objetivo de promover uma melhor qualidade de vida e inclusão aos portadores da síndrome de Down para que tenham uma vida saudável e com cada vez mais inclusão!

 

A IGENOMIX é referência mundial em biotecnologia por seus projetos de pesquisa e serviços avançados de genética reprodutiva. Possui laboratórios em São Paulo, Dubai, Deli, Los Angeles, Nova York, Miami,  Montreal, cidade do México e Valência.

 

Beijos, 

Nine 

 

 

Deixe seu comentário

Textos da Nine | Sobre Maternidade

 


MATERNIDADE

Não é uma competição
para saber quem ERRA menos,
ou para ver quem ACERTA mais, 
em busca do troféu de “MELHOR” MÃE.
MATERNIDADE é a SUA CAMINHADA
com os SEUS FILHOS.

 

 

Nine Lima caminhando

#sobrematernar

 

Há alguns dias me pego pensando sobre o que de fato é ser mãe. O que faz de nós uma boa mãe? Andamos tantas milhas e assim que temos um filho parece que começamos a engatinhar, junto com eles. A impressão de que para ser uma boa mãe é ter que estar antenada em todas as novidades maternas do mercado é algo que me deixa tão pensativa. Ser mãe hoje não basta, você precisa ser o MELHOR que você puder. Parece que mesmo que viramos uma executiva do lar! Tantas responsabilidades, tantas listas, tantas tarefas. Temos que saber onde comprar melhor e barato e não pode faltar nada. Temos que ser pró-ativas, ser eficiente em todas as funções e olha que não são poucas.

 

A sensação é de que as coisas não precisam funcionar, eles precisam funcionar PERFEITAMENTE… e assim vamos sendo engolidas por uma onda que exige muito mais responsabilidades do que prazeres… Ser mão deixou de ser prazer, virou função, viu uma intensa responsabilidade, uma obrigação. 

 

A casa arrumada, o quarto montessoriano, a alimetação orgânica ( que eu não consigo comprar e nem achar com um preço acessível), a escola acolhedora, a amamentação exclusiva, nada de telas, nem tablet, nem televisão. Açucar só depois dos dois anos, bebê sem chupeta e o parto tem que ser humanizado! Nada contra tudo isso, entendam o contexto. Eu só acho que tudo isso deva ser o ideal, mas não  uma didatura, em que as mães parecem uma loucas frenéticas achando que fazendo tudo isso encontrarão a maternidade perfeita! E que se não conseguem “seguir” se sintam frustadas. Eu já me senti assim. E a gente não ganha absolutamente nada com isso.

 

Só você conhece as suas lutas. Só sabe sobre os seus desafios, seus limites. Inspire-se em histórias reais, em mulheres fortes isso é muito bom, mas não queira “ter a vida” de quem quer que seja, simplesmente porque ninguém tem uma vida perfeita! Não se sinta fora da curva. Busque sim, entender os seus filhos, seus desejos, e principalmente a sua REALIDADE… Busque o autoconhecimento, mas busque por você, por aqueles que ama, para que possa construir um espaço de amor, de harmonia, de laços apertados, ou seja, uma família, do seu modo, do seu jeito, da forma que Deus te deu! 🙏😍 

Beijos,

Nine

Deixe seu comentário