menu close menu

Bem vinda ao Querida Mamãe

+Saúde | Como ter uma Saudável?

 

 

 

Ter uma vida saudável é que todos queremos, não é verdade. Ser saudável implica uma vida com mais saúde, mais qualidade de vida e é o sonho de todas nós. Com a gravidez passamos a cuidar mais da alimentação, cuidados do nosso corpo também com alongamentos e exercícios de baixo impacto, isso é bem verdade.

 

 

Mas, é no pós parto que as coisas complicam um pouco para a gente, né? Envolvidas com as novas demandas do bebê, com noites perdidas, falta disposição e energia para os exercícios. Com tantas tarefas acaba faltando tempo para cuidar da alimentação também, a gente acaba comendo comida fria, requentada e que dá. E aí é que acabamos não consumindo aliementos saudáveis… e cria um círculo vicioso. E quanto mais ficamos sedentárias e nos alimentando mal, mais continuamos nesse círculo.

 

 

Mas, o que é ser saudável? 

 

 

Segundo a organização Mundial de Saúde (OMS) saúde é “o bem-estar físico, mental e social, mais do que a mera ausência de doença”. Ou seja, ser saudável não é apenas a ausência de doença, mas essencialmente o bem estar físico e mental do indivíduo. Não é por acaso que a OMS define a saúde desta forma, dando à palavra um significado muito mais abrangente do que apenas o simples antônimo de doença.

 

Ainda que a saúde apareça, naturalmente, associada à palavra medicina, esta vai muito para além do significado que, muitas vezes, o senso comum lhe atribui, associando-a apenas, normalmente à medicina curativa. A medicina é, todavia, bem mais do que isso, pois a sua preocupação maior é a prevenção de doenças. Os médicos estão conscientes que a prevenção é fundamental num sistema de saúde que se quer “saudável”. 

 

 

Stress e Má Alimentação

 

 

O estilo de vida das pessoas, a má alimentação, o stress, entre outros fatores, estão a contribuir, fortemente, para tornar os problemas mais agudos. Poderíamos citar, como exemplos, a diabetes e a hipertensão arterial, doenças muito associadas aos hábitos das populações modernas. Muitos dos problemas que a medicina moderna ajuda a solucionar poderiam ser, facilmente, evitados se fossem seguidas algumas das recomendações essências à prática de um estilo de vida saudável.

 

 

Como ter hábitos de vida + saudávéis?

 

 

A vida é feita de opções. Tome as suas em consciência, encontre o equilíbrio entre os prós e contras dos seus gostos pessoais, rumo a uma vida mais saudável e sem esquecer em última análise, que é a sua qualidade de vida que pretende melhorar. Mudar hábitos e condutas é imprescindível!

 

Viver saudável também está nas nossas mãos. Não julguemos que podemos comer quantidades excessivas de açúcar todos os dias e que caso um dia, venhamos a padecer de diabetes será, meramente, uma questão do destino e de má sorte. Não podemos julgar que estando sujeitos, diariamente, a elevadas doses de stress e de forma persistente não pagaremos um dia um elevado preço por isso. Não achemos que podemos ser fumadores durante anos e não colheremos problemas respiratórios e uma degradação da nossa qualidade de vida.

 

As nossas atitudes fazem-se refletir mais tarde ou mais cedo na nossa saúde!

 

Obviamente, a nossa atitude perante a vida é um fator determinante para a tornar mais saudável. Pense a vida pela positiva e sinta-se bem consigo próprio antes de qualquer atitude. Por isso, existem duas coisas fundamentais:

 

Em primeiro lugar a nutrição. Uma boa alimentação, pode fazer muito mais pela sua saúde do que aquilo que imagina. Nutrição e vida saudável são conceitos indissociáveis.

 

 

Em segundo lugar o exercício físico. Este, desde que efetuado da forma adequada, pode também melhorar imenso a sua saúde e bem estar, contribuindo assim para uma melhor qualidade de vida.

 

Pense no exercício físico como algo positivo e relaxante e não como algo rígido e “que tem de ser”. Descubra qual a atividade que mais gosta e perceba os benefícios que ela lhe pode proporcionar! Esse é o melhor caminho! 

 

Mude apenas estes dois fatores e descubra uma vida mais saudável. E se este post te motivou, dê uma olhada neste post sobre a dieta Paleolítica nesse link!

 

 

E se você quiser saber mais e receber dicas para uma vida mais saúdável, clica neste link do programa emagracimento rápido!

 

Beijos, 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe seu comentário

+Saber | Disponíveis Credenciais para Vagas Reservadas a Gestantes e Lactantes em Salvador

 

Notícia boa a gente compartilha, né? E justamente hoje no dia da Gestante fiquei feliz em saber que as Credenciais para vagas de estacionamento reservadas para motoristas gestantes e lactantes começaram a ser emitidas nesta terça-feira (15/08). A lei que oferece o benefício foi sancionada em abril deste ano!

 

 

Quem tem direito?

 

Gestantes e mulheres com crianças de até dois anos de idade têm direito ao benefício. Para usar a vaga livremente, a credencial é obrigatória. Quem for flagrado sem a credencial, com o carro estacionado na vaga preferencial para gestante, recebe multa gravíssima no valor de R$ 293,47.

 

Mulheres que se encaixam no perfil das beneficiárias podem emitir o documento ao preencher um cadastro no SITE da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador). Depois, é preciso levar a emissão impressa à sede da Transalvador ou a uma das prefeituras-bairro, junto com documentos de RG, CPF, comprovante de residência e atestado médico com a idade gestacional, para comprovar por quanto tempo ela ainda tem direito ao uso dessa credencial.

 

 

Estacionamentos devem RESERVAR 2% do total das vagas 

 

 

Os estacionamentos vão precisar se adequar e garantir que 2% do total das vagas sejam reservados para mulheres grávidas e lactantes. O local precisa ter placas de identificação, bem como as vagas têm que ser marcadas no chão, como no caso de idosos e deficientes físicos.

 

De acordo com o titular da Transalvador, Fabrizzio Muller, a credencial pertence à gestante e não ao veículo. “Estando em qualquer carro, seja ele próprio, alugado ou de terceiros, o documento tem validade desde que a mulher esteja no carro”, explicou.

 

A fiscalização, que já ocorre no que diz respeito às vagas de idosos e deficientes, desde 2013, agora será feita também com o viés de resguardar as vagas preferenciais para gestantes e lactantes.

 

A lei é voltada para estacionamentos de estabelecimentos particulares, como shoppings, restaurantes e supermercados, mas, conforme Fabrizzio, não impede que ela seja empregada em espaços públicos, como o Dique do Tororó.

 

Tela do site da Transalvador para fazer seu SOLICITAR sua CREDENCIAL. Clique AQUI ou na IMAGEM ABAIXO para acessar o site!

 

 

 

 

*Com informações do G1.

 

Beijos, 

 

 

 

 

 

Deixe seu comentário

Q. Beleza | Olheiras: Preenchimento com Ácido Hialurônico

 

 

Oi gente!! Tenho certeza que já ouviram aquela frase “nasce um filho, nasce uma olheira!”. 🙈 Uma não, duas!! Enormes, escuras e profundas! Se disser que não tem você é realmente #adiferentona! Mas, brincadeiras à parte, as olheiras me acompanham desde que fiz uma cirurgia e no pós-parto foi que eles cresceram muito e se apegaram tanto a mim que não quiseram mais ir embora desse rostinho lindu aqui gente!! 🤣

 

Há um bom tempo venho pesquisando e usando várias técnicas para tentar amenizar o roxo das minhas olheiras. Já usei cremes, loções. Sou dessas que sempre que possível, ou melhor, quase sempre, anda com corretivo na necessérie e nas olheiras queridas! Prefiro corretivo do que batom!! Já comprei uns sete tipos diferentes, fora os cremes que prometem clarear e nada. Não tive coragem de fazer carboxterapia (tenho medo porque fica super roxo e acho que deve does muito).

 

Ácido Hialurônico para Olheiras?

 

Foi então que li muito sobre preenchimento com ácido hialurônico e vi em um programa de Televisão que este produto estava sendo bastante utilizado para preenchimento e inclusive para amenizar as olheiras! Corri até a Dra. Querlei que fez meu tratamento no nariz (correção da minha rinoplastia) e ela disse que poderíamos fazer pois estava tendo resultados excelentes com suas pacientes! Me animei!

 

A utilização do ácido hialurônico é deixar a pele mais lisa e mais hidratada já que ele é um composto orgânico (ou seja, produzido pelo nosso corpo) constituído de ácido glucurônico e N-acetilglucosamina, que colabora para a manutenção das fibras de colágeno que dão sustentação à pele. É um líquido translúcido, claro e solúvel em água.

Quando a pele é jovem, lisa e elástica, possui uma grande quantidade de ácido hialurônico que vai reduzindo conforme a pele vai envelhecendo, levando a uma perda de hidratação e a elasticidade da pele. Esse fator contribui para a redução de volume facial, o aparecimento de olheiras, rugas e marcas de expressão. O ácido não promete clarear, mas a prática mostra que isso acaba acontendo pois a pele adquire mais viço e há um efeito lifting decorrente do poder de atração de água e da hidratação causada pelo produto no local. É exatamente isso que estou querendo ver como resultado!!

 

 

Tratamento

 

 

As minhas olheiras já tem sulcos (áreas de depressão), rulgas e um roxo que me mais me incomoda e deixa aquele aspecto de cansada, mesmo tendo acabado de acordar, e por isso recebi a indicação para fazer.

 

O tratamento foi realizado no consultório e com anestesia local. A Dra. Querlei fez aplicações locais com ácido hialurônico para amenizar os sulcos ( além de escuras estão fundas, como já disse). Tudo é bem rápido e após a aplicação há uma massagem leve no local para acomodar a substância.

 

 

Este é um antes e depois feito ainda no consultório, logo após a aplicação o procedimento que fiz nas olheiras com a @draquerlei! Você consegue perceber a diferença entre a foto da esquerda e da direita? Só com preenchimento dá pra ver que o aspecto do cansaço e do roxo na melhorou muito!! É incrível! O sulco das minhas olheiras além do cansaço, fazem com que fiquem ainda mais escurecidas 😐

 

E o melhor é que com o tempo só melhora, pois o ácido hialurônico promete deixar também a pele dessa região mais hidratada já nas primeiras semanas após a aplicação… Já estou amando os resultados!

 

 

 

 

As fotos são minhas, eu mesma que tirei, ainda no consultório, que dá pra notar bastante a diferença!! Só posso agradecer os cuidados da Querida Querlei Veloso, atendimento maravilhoso e me deixando mais de bem comigo!! Tudo na vida é equilíbrio!! E não há mal nenhum a gente querer ajeitar detalhes e se sentir mais bonita né?

 

 

Quer saber mais sobre o tratamento? Dá uma olhadinha no insta da @draquerlei! Agende uma avaliação!!

❌❌❌❌

O preenchimento com ácido hialurônico é contraindicado para Gestantes ou mamães em fase de amamentação!

❌❌❌

 

 

Beijos,

Deixe seu comentário

#QueroEmagrecer | Você conhece a Dieta Paleolítica?

 

Oi gente!! Passadas as férias da criançada, estou querendo cuidar mais de mim e isso passa com certeza pela alimentação… Mas, como nas férias a gente sai da linha e exagera mais nos doces e petiscos, estou recorrendo a um programa super bacana para de imediato perder esses quilinhos extras! Estou voltando também para as minhas atividades físicas, pilates e treinos na academia, mas esses mais devagar…

 

 

Uma das novidades do Programa Emagrecimento Máximo que quero contar é que estou começando a dieta Paleolítica! Vocês conhecem? A dieta paleolítica é um estilo de alimentação que se baseia na alimentação do homem de 15-10 mil anos atrás (período pré-agricultura). Ou seja, você pode comer basicamente o que o homem era capaz de caçar ou coletar nessa época (carnes, frutos do mar, frutas e verduras, nozes e sementes, túberculos).

 

 

 

O argumento para isso vem da biologia evolutiva. Robb Wolf, um dos maiores nomes do movimento paleo, faz uma boa comparação: se você pegar um campo de futebol de 100 metros de comprimento, 99,5 metros é equivalente ao tempo que o ser humano passou se alimentando como caçador-coletor. Enquanto 0,5 metro equivale ao tempo que vivemos depois da introdução da agricultura.

 

Ou seja, o corpo humano está muito bem adaptado à alimentação do paleolítico, mas ele não teve tempo ainda para se adaptar à revolução da agricultura, que é muito recente ainda em termos evolutivos. A agricultura pode ter mudado nossa dieta e estilo de vida, mas ainda não mudou nossa genética.

 

Assim, em vez de nos alimentarmos de carnes, frutas e verduras, acabamos nos acostumando com grãos (massas, pães, arroz e feijão etc.), e todo tipo de comida industrializada (frituras, açúcar refinado e óleos poliinsaturados).

 

A dieta paleolítica propõe uma volta às origens. Ela se vale dos princípios da biologia evolutiva para procurar responder à pergunta: qual é a dieta mais saudável possível para os seres humanos com os alimentos que temos disponíveis hoje?

 

E por mais polêmica que seja e por mais críticas que ela receba, a dieta paleolítica funciona e as pessoas emagrecem (e se mantêm magras, o que é mais importante) com ela.

 

 

 

 

Sim, ela pode levar a redução do peso, pois promove a redução do consumo de carboidratos, ou seja é uma dieta considerada low carb. Os carboidratos como pães, massas e arroz são digeridos no estômago rapidamente elevando os níveis de glicose na corrente sanguínea e a glicose em excesso pode ser metabolizada e transformada em gordura, levando ao acúmulo no tecido adiposo. Estes carboidratos refinados são excluídos desta dieta, contribuindo assim com o emagrecimento.

 

Além disso, a dieta paleolítica prevê a eliminação do consumo de alimentos industrializados em geral, com glúten ou lactose, uma vez que o consumo destes alimentos atualmente pode estar associado ao ganho de peso, aparecimento de inflamações, distúrbios endócrinos e metabólicos.

 

Evite estes alimentos e ingredientes:

 

>> Açúcar e xarope de milho de alta frutose: refrigerantes, sucos de frutas, açúcar de mesa, doces, doces, sorvete e muitos outros.

>> Grãos: Inclui pães e massas, trigo, espelta, centeio, cevada, entre outros.

>> Legumes: feijão, lentilhas e leguminosas.

>> Laticínios: Evite a maioria dos produtos lácteos, especialmente de baixo teor de gordura (algumas versões do paleo incluem gordura completa como manteiga e queijo).

>> Óleos vegetais: óleo de soja, óleo de girassol, óleo de semente de algodão, óleo de milho, óleo de semente de uva, óleo de cártamo e outros.

>> Gorduras trans: encontrado em margarina e vários alimentos processados. Geralmente referidos como óleos “hidrogenados” ou “parcialmente hidrogenados”.

>> Adoçantes Artificiais: Aspartame, Sucralose, Ciclamatos, Sacarina, entre outros.

>> Alimentos altamente processados: Tudo rotulado como “dieta” ou “baixo teor de gordura” ou tem muitos ingredientes estranhos. Inclui substituição de refeição artificial.

 

Uma diretriz simples: Se parece que foi feito em uma fábrica, não coma!

 

 

 

 

Os alimentos PERMITIDOS na dieta paleolítica são baseados alimentos reais, não processados.

 

>> Carnes: Carne, cordeiro, frango, peru, carne de porco e outros.

>> Peixes e frutos do mar: salmão, truta, arinca, camarão, marisco, etc.

>> Ovos.

>> Legumes: brócolis, couve, pimentão, cebola, cenoura, tomate, etc.

>> Frutas: Maçãs, bananas, laranjas, peras, abacates, morangos e muito mais.

>> Nozes e Sementes: Amêndoas, nozes, sementes de girassol, sementes de abóbora e muito mais.

>> Gorduras e óleos saudáveis: Banha, óleo de coco, azeite, abacate e outros.

>> Sal e especiarias: sal, alho, açafrão, alecrim, etc.

 

(Fonte:  https://emagrecendo.info | https://drjulianopimentel.com.br)

 

 

E então, vamos começar juntas? Acompanhe a minha dietinha lá no Instagram!!

 

Quer saber mais sobre o programa Emagreciemnto máximo e quer receber dicas? Clique AQUI ou no banner abaixo!

 

 

Beijos, 

 

 

Nine Lima

Deixe seu comentário